top of page

Você sabe o que são polímeros?

Se você olhar ao seu redor vai perceber que inúmeros objetos presentes no nosso dia a dia são feitos de plástico! Mas, você já se perguntou como e do que esses plásticos ou materiais poliméricos são feitos?


Apesar de considerada uma classe moderna de materiais, os polímeros já são utilizados há séculos pela humanidade. Madeira, lã, borracha, couro e seda são materiais poliméricos naturais, derivados de animais e plantas.


Contudo, no final da segunda guerra mundial, o campo dos materiais poliméricos foi revolucionado com a chegada dos polímeros sintéticos. Estes materiais, com propriedades superiores aos materiais naturais e sendo produzidos a baixos custos, começaram a substituir peças metálicas e de madeira.


Mas o que torna a classe dos materiais poliméricos tão especial, única e versátil?



O que são materiais poliméricos?

Os materiais poliméricos são constituídos da repetição de várias (poli) moléculas ou unidades repetitivas, chamadas de monômero. Assim, as propriedades exibidas pelo material dependem do tipo do monômero, da quantidade em que ele se repete, se há presença de ramificações nessas cadeias e de sua orientação.

Desta forma, os materiais poliméricos abrangem uma grande gama de características e propriedades, sendo classificados em diferentes categorias.



Quais são os principais materiais poliméricos e quais são suas propriedades?


A primeira divisão entre os materiais poliméricos se dá pela origem:

  • Naturais: são os que ocorrem na natureza, provenientes de plantas e animais, como a madeira, borracha, algodão, lã, couro e seda.

  • Sintéticos: são polímeros produzidos pelo homem em ambiente laboratorial controlado, por meio de diferentes métodos.

Já outra divisão, se dá pelas propriedades apresentadas pelo material:

  • Termoplásticos: amolecem quando aquecidos e endurecem quando resfriados, de maneira totalmente reversível. Só ocorre degradação irreversível quando a temperatura do fundido é aumentada exageradamente. São relativamente macios. Os principais exemplos dessa classe de materiais são: PET, PVC, PP, PS e PEBD, compondo aproximadamente 80% do consumo de polímero.

  • Termofixos: tornam-se permanentemente duros devido a formações de ligações cruzadas entre as cadeias adjacentes, dessa maneira, não amolecem com aquecimentos posteriores. São mais duros e resistentes que os termoplásticos, com melhor estabilidade dimensional. Os principais exemplos dessa categoria são a Baquelite, os Poliuretanos, as Resinas (epóxi e fenólicas) e a borracha vulcanizada.

  • Elastômeros: popularmente conhecidos como borrachas, são materiais amorfos (sem estrutura ordenada) e que apresentam grandes deformações, retornando à sua forma original quando relaxados, ou seja, são altamente elásticos.


Quais são suas aplicações?


Os materiais poliméricos, por possuírem uma vasta gama de propriedades e métodos de processamento, são aplicados em praticamente todos os tipos de indústria. No entanto destacamos aqui as mais expressivas:

  • Polímero na forma de filmes: utilizados intensivamente na indústria de embalagens, produzindo sacos para alimentos e também na indústria têxtil. Para essa aplicação as propriedades mais importantes são: flexibilidade, leveza, atóxico, resistência química e boa resistência à tração. Destacamos aqui a aplicação do PEBDL (polietileno linear de baixa densidade).

  • Polímeros na indústria automobilística: os polímeros vêm sendo cada vez mais utilizados nesse setor, onde trazem maior leveza, economia, estética agradável e flexibilidade de produção, sem perder propriedades como segurança, confiabilidade e alta performance. Destacamos aqui o uso do policarbonato.

  • Polímeros na forma de espumas: materiais plásticos com grande quantidade de poros ou bolhas de gás. São utilizados para a produção de almofadas, embalagens e isolamento térmico e acústico. Destacamos aqui o poliuretano.

  • Polímeros na forma de revestimento: aplicados para proteger algo do ambiente corrosivo ou deteriorante, isolar eletricamente ou até por fatores apenas estéticos. São conhecidos como as lacas, gomas, tintas, esmaltes e vernizes. Destacamos aqui o uso do látex.

  • Polímeros na forma de adesivos: utilizados para unir superfícies, tendo mecanismos químicos ou mecânicos de ligação. Existem adesivos feitos de polímeros naturais ou sintéticos. Para os sintéticos destacamos os polissiloxanos (silicones).


Como são produzidos?


De acordo com o material a ser processado e o produto a ser produzido, os materiais poliméricos são processados de diferentes formas. Também vale ressaltar a importante presença de aditivos, que se combinam com o polímero para garantir propriedades como estabilidade química, melhor processabilidade, cor e melhor acabamento.

No entanto podemos citar como os principais métodos de produção de produtos feitos de material polimérico a injeção, extrusão e moldagem por sopro.


Quer saber mais sobre o universo dos compósitos?

Fale conosco!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page